Pantera Negra | "Traço de Jack Kirby foi a gênese visual de tudo", diz diretora de arte

A cenógrafa Hannah Beachler elogia o espaço dado a mulheres negras no comando do novo blockbuster
Marvel Studios/Divulgação
 - Marvel Studios/Divulgação

Para onde quer que se olhasse no set de filmagem de Pantera Negra havia uma referência ao cult do humor Um Príncipe em Nova York (1988) com Eddie Murphy. Fosse em algum elemento em cena (máscaras tribais, sobretudo), fosse em um diálogo de corredor, Zamumda, a terra do nobre vivido por Murphy, estava em foco. Mas a diretora de arte da superprodução da Marvel, Hannah Beachler, prefere realçar outra inspiração para o longa-metragem protagonizado pelo Rei T'Challa de Wakanda.

"Tudo veio de Jack Kirby. A gênese visual deste filme são os quadrinhos dele. Partimos deles para uma fusão com temas africanos das tribos, das culturas mais milenares", diz Beachler. "Plantações de Uganda e a costa da África do Sul foram também referências importantes para a criação dos cenários de Wakanda, uma terra onde Natureza e Ciência são irmãs".

Com as mãos ocupadas de croquis de naves e armas, Hannah guiou parte da visita do Omelete aos sets da aventura estrelada por Chadwick Boseman (Get on Up: A História de James Brown), em Atlanta, nos Estados Unidos.

"Fiz Creed com Ryan Coogler e ele nunca me perguntou se eu queria ou não entrar neste projeto do Pantera. Um dia ele mandou pro meu e-mail algumas imagens da África e disse no assunto:'Você está dentro'. E claro que eu eu queria estar dentro deste universo. Usamos a arte de Kirby e máscaras de guerra ou de celebração religiosa dos africanos como linha central do desenho dos personagens", diz Beachler, orgulhosa do componente político do filme.

Ela, que saiu do oscarizado Moonlight - Sob a Luz do Luar (2016) diretamente para Wakanda, elogia a produção: "nunca vi tantas mulheres negras em posição de poder dentro e fora das câmeras quanto vejo aqui".

Criado em julho de 1966, nas páginas da HQ Fantastic Four nº 52, Pantera Negra, o primeiro super-herói negro dos quadrinhos, ganha o protagonismo de uma trama que se equilibra entre Wakanda e a Coreia do Sul, palco de uma cena de ação, antecipada já no trailer, idealizada para eletrizar plateias como nunca se viu nos filmes Marvel até agora. "Construímos as sequências do cassino e das perseguições na Coreia a partir de fotos da arquitetura hi-tech daquele país", diz Hannah.

Na trama filmada por Coogler, a tarefa de T’Challa é manter sua nação coesa, após a morte de seu pai, o antigo rei, numa articulação do Barão Zemo. Mas um vilão interessado nas reservas de vibranium, o Garra Sônica (Andy Serkis), abalará a paz de T’Challa, que precisa ainda deter a vaidade de um conterrâneo vingativo, Erik Killmonger (Michael B. Jordan).

"Ryan idealizou muito do filme a partir da cultura afropunk de Nova York", diz Hannah. "Ele tinha várias fotos de manifestações afro nas paredes de seu escritório. Este é um filme sobre busca e sobre afirmação de identidade. As fotos o ajudavam nisso".

Leia mais sobre Pantera Negra

na vdd o RT começou a ser tão comentado depois que os filmes grandes e aguardados da DC começaram a ter aquelas notas baixíssimas. Eu nunca vi falarem tanto de RT até ser lançado BvS e os 30 e tantos % de aprovação.

Mutante, crl, com a cultura indigena da pra fazer muito poder legal q n seja mutante ou inumano e dar posição de destaque pra ele, ja ate pensei em uma historia mais maneira la pra quando "descobriram" a america e depois usavam algo pra levar esse pro futuro, seria mais interessante q um mutante

Conhece o Apache que mudou para passaro trovejante?! ele é de uma comunidade de nativos tbm é um mutante dos quadrinhos e ta na série The gifted q é uma parceria da Marvel/fox.

Eu estava falando mais no geral mesmo, tipo, começar nos quadrinhos, acho incrivel q criaram uma mulçumana, mas um indio que tem um background tão foda e que são mais nativo americanos que qualquer um.

Pq não adianta colocar tudo de uma vez em uma tela pq n vai sobrar espaço para ngm, vc sabe o quanto demorou para um filme desses com um elenco como esse estar estreiando nas telas de cinema. Todos tem q ter seu espaço e sua hora.

Preciso de um tiro na cabeça, mas nem todos tem o q querem

Pq não a vez de todos ? Ou só o q lhe convem ?

Sim, mt vitimismo, critiquei essa onda de querer representatividade e também dei ideias, pq pelo q parece representatividade é só o que convem ao povo de esquerda e nao no geral

So eu curto as habilidade do nightwolf ? Personagem bom pra crl de jogar

Ah. Só isso?

Falta do q?

Eu sei que a Marvel buscou inspiração em culturas Africanas clássicas pro visual do corpo de guarda-costas da família real de Wakanda mas eu ainda acho que elas deveriam ter usados armas de fogo ou de energia ao invés de lanças. Ainda sim, ficou fera pacas.

O primeiro não tem quase nada de Kirby. Ainda mais com aquela fotografia escurecida.

Acho que cada um tem o direito de se expressar como quiser, sou mestiço e também sinto falta de ver o povo indigena melhor representado, infelizmente muitos enchem a boca pra falar de igualdade e representatividade, mas cada um só olha o seu lado, só observar o comentário abaixo onde um cidadão diz agora é a nossa vez, ou seja fod@s o resto né.

Fanboy a coisa mais lixooo que existe no mundo nerd.

O primeiro Thor tem muita coisa do Kirby esse último filme que parece mais um stand up também senti falta disso.

O traço do mestre presente em tudo como sempre.

As cores bem marcantes eram de Kirby.

Se a diretora de arte diz q tem, então tem.

"obg, eu sou preto" N diz muita coisa, eu sou preto e me sinto imensamente feliz de pela primeira vez estar vendo um filme Blockbuster de super heróis com o elenco majoritariamente "iguais" a mim. Vc estar certo sobre os nativos e tals, mas tudo tem seu tempo, e agora é a nossa vez.

Sério? Não consegui ver os traços do Kirby no filme q nem no Thor Ragnarok, mas ok. Q bom então. Hahahahahaha.

Tudo mercenário. Escreveram até pro jornalzinho do bairro.

Uga uga !

Um herói índio com poderes do nightwolf..... que empolgante....

quer um abraço?

Quanto vitimismo.

Jack Kirby e Stan Lee, dois gênios, coisa que a DC não teve....... ela pegou um emprestado, e ele, por caridade, criou o único vilão decente da editora.

Mais um acerto da marvel.

Parece que tem alguém carente de atenção.⬇

Acho triste que esse povo q pede representatividade, so querem as que lhe convem, personagem alemão ou russo são vilões ( tirando a natasha ), nao tem um personagem albino e nem com vitiligo. Mas ai, como eu queria um heroi americano, sim, americano, um heroi indio , os verdadeiros americanos ( não o pais e sim o continente, america é o continente ), um heroi indio com poderes no estilo do nightwolf. Mas infelizmente essa representatividade são só as que convem com esse povinho de esquerda, obg, eu sou preto :v

Ninguém ligava para o RT, foi só divulgarem que ele é quebrado/tendencioso/roubado/não funciona e todo mundo usa de argumento. É muita zuêra.

Thor Ragnarok tá mais pra uma homenagem ao Joãozinho Trinta

Kirby? Nunca ouvi falar. O Lee nunca deu os créditos para os outros, então nem conheço.

"Traço de Jack Kirby foi a gênese visual de tudo" Não preciso falar mais nada. Usaram o visual perfeito.

E ainda dizem que a Marvel não homenageia o Jack Kirby. Thor ragnarok veio com tudo nesse aspecto, e agora e a vez de pantera negra.

Calma gente, estou redigindo

Creio que sim o rayan coogle e muito mais diretor que o RJ

48 cliticas no lotten, 100%

Cade a critica caraio?

100% https://www.rottentomatoes.com/m/black_panther_2018

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus